terça-feira, 14 de julho de 2009

OFICINA 10

Professor Formador: Neusa Maria Machado Pena
Cidade: Pirapetinga
Cursistas:
Andréa Lopes Mota
Cátia Barrada Braga
Letícia André Engenheiro Estabile
Marcela Tavares de Mello
Marcela Ap. dos Santos Magalhães
Marli Aparecida Tabai
Miriam F. Moraes Leal



Elabore um texto publicitário que explore a construção de significados de múltiplas maneiras. Utilize objetos ou figuras de objetos que possam ser o alvo do anúncio.

a) Que produto o texto está anunciando?

R.: Pneus velhos – compra de.

b) Que relação está sendo excluída, negada?

R.: Pneus velhos no meio ambiente – meninos sem sorrir.

c) Que expressão é usada para marcar essa negação?

R.: Nenhum menino deixará de sorrir.

d) Que expectativas cria essa negação no leitor?

R.: O leitor acredita que, vendendo pneus velhos para que sejam reaproveitados, estará contribuindo para um meio ambiente saudável e, assim, garantindo bem-estar para as futuras gerações.

e) Que efeito de sentido a negativa de uma relação tem sobre a afirmação de outra?

R.: Ao dizer que o anunciante compra pneus velhos (afirmativa), logo, nenhum menino deixará de sorrir (negativa), há um reforço no argumento publicitário para que o anunciante consiga vendedores do produto.

f) Como aparece a coesão inter-relacionando texto verbal e visual no anúncio?

R.: O argumento do anunciante expresso no texto verbal é reforçado pelo texto visual. Assim, o leitor pode ser convencido pelo argumento explícito na imagem de crianças sorrindo e brincando de rolar pneus velhos coloridos ou pelo argumento implícito no anúncio: o reaproveitamento de pneus contribui para um meio ambiente saudável e garante bem-estar para as futuras gerações.


OFICINA 9

Professor Formador: Neusa Maria Machado Pena

Cidade: Pirapetinga

Cursistas:

Andréa Lopes Mota

Cátia Barrada Braga

Letícia André Engenheiro Estabile

Marcela Tavares de Mello

Marcela Ap. dos Santos Magalhães

Marli Aparecida Tabai

Miriam F. Moraes Leal


Após análise de um texto publicitário “FURNAS. UMA EMPRESA CADA VEZ MAIS VERDE, AMARELO, AZUL E BRANCO” veiculado em vários canais da mídia escrita, formaram-se grupos para discutir em detalhe como a coerência textual é construída a partir da articulação de texto verbal e texto visual.


Foram levantadas questões, como:


a) Com as informações do texto, quais experiências prévias os leitores têm a respeito do assunto?

R: Nota-se que se trata de uma empresa de fornecimento de energia. Sabe-se que, na natureza, devemos lutar e preservar relações harmoniosas entre os seres humanos e o meio ambiente para se garantir vida saudável, tanto ao planeta quanto aos seres que nele vivem. Precisamos lutar e defender uma tecnologia que não agrida ao meio ambiente.

b) Relacione os sentidos construídos pela linguagem verbal e pela não-verbal.

R: Percebemos que o texto visual revela harmonia e ausência de agressividade; meio ambiente preservado; imagens de diversos setores para os quais o fornecimento de energia é essencial – industrial, educacional, agrícola. No texto verbal, a empresa mostra-se comprometida com o desenvolvimento sustentável do país ao citar as cores da Bandeira Nacional no texto principal e ao informar sobre sua responsabilidade social e sua política ambiental em defesa do patrimônio de todos os brasileiros.

c) Observe os efeitos de sentido do texto como um todo e, depois, analise cada parte e informe como elas se articulam na unidade textual.

R: Cada imagem e cada frase tem seu papel na construção de uma unidade de sentido. A adequação entre cada um desses elementos lingüísticos cria uma harmonia que será percebida na leitura ou na recepção desse texto.

d) Registro do resumo das observações do grupo.

R: Sempre que vemos, lemos ou interpretamos textos, sejam compostos no código linguístico, seja em qualquer outro código, procuramos compreendê-los articulando os sentidos do todo. Precisamos estar sempre caracterizando a coerência na inter-relação entre textos verbais (escritos ou falados) e não-verbais (imagens).

Quem sou?

Minha foto
Pirapetinga, Minas Gerais, Brazil
Sou Neusa Maria Machado Pena,formadora do GESTAR II Língua Portuguesa em Pirapetinga, filha única criada sem mimos e sim entre muitas dificuldades. Casada por 25 anos e mãe de Eveline e Evandro. Ela graduada em Matemática pela UFF e ele terminando o Ensino Médio. Sou graduada em Letras pela FAFI PRONAFOR Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Professora Nair Fortes de Além Paraíba MG e leciono há 20 anos na Escola Estadual Capitão Ovídio Lima e há 15 na rede municipal. A cada ano trabalho com novas séries e adquiro mais experiências. Atualmente trabalho com EJA Médio e Biblioteca. Gosto muito do que faço mas sonho com minha aposentadoria para poder ter tempo suficiente para prestar serviço comunitário num hospital público ou em um asilo, contando histórias e ouvindo histórias de idosos. Sou uma pessoa cheia de esperanças, alegre e feliz apesar de alguns amigos dizerem que vivo em outro planeta e que preciso aterrissar urgentemente na Terra.

Seguidores

Calendário